sexta-feira, 23 de junho de 2017

Indicação: Guardiões da Galáxia volume 2

Fala Galeres, Corvo is back, yes he’s back, back again...
Eu avisei vocês, se o Ninhodocorvo sobreviver a 2017, ele não acaba mais.
Semanas e semanas de atraso e eu trago, para meus queridos leitores, minha opinião sobre um dos filmes mais divertidos do MCU (Marvel Cinematic Universe), Guardiões da Galáxia volume 2.
                Com estreia no dia 27 de abril de 2017, o filme traz a mesma recita de bolo cômica e alegre de sempre, mas vem recheado com sentimentos fortes desta vez. A beleza visual que faz de Guardiões da Galáxia meu filme favorito no MCU também está presente, com tons mais vivos e brilhantes (mesmo que exagerado nas cenas finais). Um detalhe perceptível são os momentos feitos para a exibição em 3D (bastante óbvios até).


                O enredo trás um aprofundamento das relações do grupo principal e um conflito em torno no pai de Peter Quill. Em enredo secundário vem as relações pessoais de Gamora e as de Rocket Racoon.
                A história tem um bom desenvolvimento a primeira vista, estruturando os sentimentos dos personagens para uns com os outros. A ação é bastante presente, como esperado de um filme de “super-heróis”. Trilha sonora dispensa comentários, e as atuações são bastante boas...
... a partir de uma segunda etapa do filme. É justamente essa minha reclamação. Talvez seja culpa do roteiro, e provavelmente é, mas os personagens ficaram muito caricatos em um primeiro momento, adicionaram frieza de mais no Rocket e arrogância em Drax. Essa representação das características ficou bastante forçada e chega a incomodar no início do filme, mas não sei dizer se desaparece posteriormente ou se nos acostumamos ao longo da sessão.


O mais especial a se destacar são as 5 cenas extras do filme, o que representa um recorde. Vemos a formação de um novo Yondu, importante na composição da história de Guardiões da Galáxia, vemos a formação original da equipe nos quadrinhos (com a participação especial de Stallone), vemos o crescimento de Groot e sua relação com a equipe, vemos também Stan Lee (em mais uma participação) conversando com os Watchers, numa forte indicação de seu real papel dentro do MCU, e por fim, vemos a cena referente a “Guerras Infinitas”, um dos próximos filmes (pirei na cadeira quando vi essa).

Stan Lee (em macacão espacial) e os Vigilantes.
Galera, minha opinião é que o filme vale muito o tempo de vocês, é bastante divertido e animador, tanto que a Raven já foi duas vezes ao cinema para vê-lo.. E não se esqueçam de esperarem os créditos acabarem para desligar, afinal vocês já sabem como esses filmes funcionam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário